O mercado automotivo tem apresentado um grande crescimento em inovação e tecnologia. Essa constante evolução tem sido baseada por temas relacionados à economia, conforto e sustentabilidade. Nesse conjunto de modernização, os chamados veículos híbridos vêm se tornando uma boa opção de investimento. Por não depender totalmente da eletricidade, garantem maior eficiência no aproveitamento energético, gerando menos poluentes que os motores convencionais.

Mesmo com uma ótima entrada no mercado, muitas pessoas ainda não conhecem a respeito desse modelo de veículo, pelo fato de ser uma tecnologia relativamente nova no mercado. Para ajudar nessa questão, preparamos este artigo com as principais informações sobre carros híbridos. Sendo assim, continue a leitura e entenda melhor sobre como é esse novo mercado!

O que são carros híbridos?

O automóvel híbrido é um modelo de veículo equipado com dois motores diferentes, sendo um a combustão interna e o outro elétrico. Por dispor de mecanismos de propulsão misto, esse tipo de sistema consegue obter grande eficiência energética. Entretanto, ele não é popular devido ao alto custo de sua tecnologia.

Segundo o integrante da comissão técnica de veículos elétricos e híbridos (SAE do Brasil), Ricardo Takahira, o componente que representa maior valor em um carro híbrido ou elétrico é a bateria. Isso porque, atualmente, seu valor está em torno de 40% do preço total do carro.

Devido a isso, quanto mais o veículo depende deste componente, maior é seu custo. Entre os modelos desenvolvidos, existem três tipos de sistemas: o híbrido-paralelo, o híbrido-série e o híbrido-misto.

Híbrido-paralelo

Nos modelos híbridos-paralelos, os dois motores geram tração para o carro. Por isso, são retratados como sistemas que funcionam paralelamente. Normalmente, o motor elétrico é responsável pela tração dianteira, enquanto o motor a combustão fica ligado ao eixo traseiro. Exemplos de veículos com essa tecnologia são o Honda Insight e a BMW i8.

Híbrido-série

No caso dos modelos com sistema híbrido-série, apenas o motor elétrico gera tração no veículo. O motor a combustão é acionado para alimentar a bateria, não sendo usado diretamente para mover o carro. Desta forma, há a necessidade de uma bateria maior que a dos modelos híbridos-paralelos. Esse fato é responsável por encarecer o preço final dos veículos com essa tecnologia.

Híbrido-misto

O sistema do híbrido-misto é o mais complexo, se comparado aos outros modelos. Isso porque trata-se de um conjunto eletrônico que monitora a todo instante as condições do carro e do percurso.

Com a leitura dos parâmetros preestabelecidos, o próprio sistema decide qual é o melhor motor (elétrico ou a combustão) para usar na tração em um determinado momento. Entretanto, o condutor também pode comandar essa ação por meio de um menu. Exemplos de veículos com essa tecnologia são o Toyota Prius e o Ford Fusion Hybrid.

Quais são os principais modelos de carros híbridos disponíveis no Brasil?

O uso da tecnologia de automóveis híbridos no Brasil, embora esteja em crescimento, ainda está distante da maioria dos brasileiros. Isso porque os modelos comercializados no país superam o valor de R$ 100 mil. Devido a esse fato, um veículo híbrido é possível apenas para as pessoas com alto poder aquisitivo.

Mesmo assim, as perspectivas futuras são positivas quanto à acessibilidade da tecnologia. Já é bem comum deparar com veículos híbridos nas ruas brasileiras, pois carros como Toyota Prius, Lexus CT 200h, Ford Fusion Titanium Hybrid, já são vendidos em solo Brasileiro.

Como está o mercado de carros híbridos?

Junto com os elétricos, o mercado de automóveis híbridos cresceu 70,73% no Brasil no período de 2018. Segundo a Associação Nacional de Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), nos meses de janeiro a abril foram vendidos 1260 veículos do segmento. No país, a frota de veículos híbridos corresponde a pouco mais de 7 mil carros elétricos e híbridos.

Esses números revelam que o Brasil está atrás de outros países, como os EUA e a China. No entanto, é possível enxergar com bons olhos o futuro dos híbridos em território brasileiro. A tendência é melhorar, com o tempo, a acessibilidade a essa tecnologia ecológica e aumentar o consumo desses veículos no país.

Essas são as principais informações sobre carros híbridos e a situação brasileira frente a novidade tecnológica. Embora ainda seja inviável para muitas pessoas, espera-se que, em um futuro próximo, o carro híbrido se torne comum nas rodovias brasileiras!